Na hora de adquirir um bem, seja uma motocicleta, automóvel ou imóvel, além de determinados serviços, sempre surge aquela dúvida: é melhor comprar um consórcio ou fazer um financiamento? Especialistas financeiros vão responder a mesma coisa: depende de sua necessidade. Se você precisa de algo imediato, faça um financiamento. Se pode esperar, o consórcio, quase sempre, é a melhor opção.

Hoje, em virtude da pandemia e a retração do mercado, os juros no Brasil estão no nível mais baixo da história. A taxa básica da economia, a Selic, está em 2%.

Nesse contexto, é importante entender quais as taxas de juros afetadas pela Selic:

  • Rotativo do cartão de crédito;
  • Financiamento imobiliário;
  • Empréstimos pessoais;
  • Rendimentos de investimentos de renda fixa.

Com isso, fazer um financiamento ou pegar um empréstimo (CDC) está mais barato. Mas, dependendo do prazo, você ainda vai pagar uma boa quantia em juros.

Para ter acesso a uma linha de crédito com financiamento por CDC, por exemplo, é necessário ser cliente de uma instituição financeira. O banco, cooperativa de crédito ou financeira fará uma análise de crédito do interessado para saber se pode ou não conceder o empréstimo. Assim que aprovado, o dinheiro sai na hora. Hoje, aliás, é possível ter o cadastro aprovado em segundos.

“Mesmo em trajetória de baixa, ainda assim, você vai pagar juros em cima da linha de crédito contratada. Não tem jeito. Mas, via de regra, o consórcio quase sempre é mais barato que financiamento, pois não tem juros, apenas uma taxa de administração”, explica o gerente de Relacionamento do Sicoob Engecred, Wendel Rodrigues.

Se você tem dúvidas de quanto vai pagar de juros ou quanto já está pagando, o Serasa disponibiliza um simulador de crédito. As simulações são 100% digitais e podem ser feitas até mesmo pelo celular. “Nunca foi tão necessário fazer contas. Quanto mais os juros baixam, mais é preciso fazer cálculos para ver qual a melhor opção de crédito”, afirma Wendel.

Você pode esperar pela aquisição do bem? Então, conheça as vantagens do consórcio:

Consórcio é uma reunião de pessoas físicas e/ou jurídicas que, constituindo um grupo, com prazo de duração e número de cotas previamente determinadas, contribuem, mensalmente, com uma quantia determinada em percentual do valor da carta de crédito. Esse recurso vai para um fundo comum, com o objetivo de proporcionar, a cada um dos seus participantes, quando de sua contemplação, um crédito de valor igual ao discriminado no plano escolhido pelo consorciado.

Como cada um paga sua cota todo mês, não há juros na operação. No entanto, é preciso atenção com os valores cobrados de taxa de administração. O valor é livre para as empresas. “Uma taxa de administração muito elevada pode fazer com que o consórcio seja uma furada. Ele pode ficar mais caro que um financiamento”, explica o gerente de Relacionamento.

Ainda sobre o segmento de consórcio, destaque para o trabalho realizado pelas cooperativas de crédito. O diferencial dessas instituições é justamente na taxa de administração, considerada uma das menores praticadas no mercado. Sem falar que é possível acompanhar a cota pela internet e contar com o atendimento personalizado nas cooperativas.

No caso de veículo, o Sicoob Consórcio, por exemplo, administrado pela Ponta Administradora de Consórcios, empresa com mais de 40 anos de experiência no mercado e coligada do Sistema Sicoob, oferece taxa de administração para os cooperados a partir de 7,5%. Nos bancos privados, a taxa varia de 13% a 15%.

Veja como funciona na prática:

“Se você fizer um consórcio de veículo com prazo de cinco anos, por exemplo, você vai pagar 7,5% no período e a variação do valor do bem. No caso de financiamento, com taxas médias de 10% ao ano, no período, serão praticamente 50% de juros. É uma quantia muito significativa”, revela Wendel Rodrigues.

Outro diferencial do consórcio de veículos do Sicoob é a contemplação por lances. A maior parte das administradoras contempla, mensalmente, um cliente por sorteio e entre 1 e 5 por lances. No Sicoob, são contemplados, a cada mês, um por sorteio e até 30 por lance. Enquanto o grupo tem dinheiro em caixa, os consorciados são contemplados.

A empresária Amanda Ribeiro de Castro, 29 anos, sempre gostou de consórcio. Hoje, ela tem duas cotas de imóvel e uma de veículo, todas do Consórcio Sicoob. As duas de imóveis já foram contempladas – uma por sorteio e a outra por lance. “Foi uma benção de Deus a contemplação por sorteio”, afirma. O consórcio de automóvel ela ainda aguarda pela contemplação.

“O nome do consórcio é ‘programe-se’. Se você tiver paciência e se programar direitinho, o consórcio é muito melhor. Se o brasileiro fizesse contas, ele jamais faria um financiamento, especialmente o imobiliário. É aquela história: quem é afoito ou precisa muito do bem, acaba pagando duas vezes”, finaliza Amanda.

Mercado imobiliário aquecido

Seja por meio de financiamento ou consórcio, o segmento imobiliário está aquecido. Segundo a Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip), a expectativa para este ano é de um avanço de 12% no volume de negócios. Conforme a entidade, além da casa própria, os juros baixos, com a Selic em 2% ao ano, também atraem quem se volta para os imóveis como uma opção de investimento.

Tire seus planos do papel

Além de grupos voltados para a aquisição de motocicletas, veículos e imóveis, o Sicoob Consórcio tem grupos para aquisição de serviços como:

• Consultorias (contábil, financeira, jurídica);

• Projetos (de arquitetura, móveis planejados);

• Cirurgia e Estética;

• Viagens;

• Festas.

Se está interessado em fazer um financiamento com os melhores juros do mercado ou quer aderir ao Sicoob Consórcio, procure o Sicoob Engecred. Em todo o sistema, já são mais de 100 mil cooperados com consórcio. Faça o mesmo!

Postado por Sicoob Engecred

O Sicoob Engecred é uma das mais sólidas e respeitadas instituições financeiras cooperativas do país. Alia gestão eficaz, carteira diversificada, atendimento diferenciado e foco no resultado dos associados para ser reconhecida como a principal instituição financeira de cada cooperado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *